Aquecimento global

Home/Textos/Aquecimento global

Atualmente acompanhamos declarações de cientistas de todo o mundo sobre o aquecimento global e suas consequências para o planeta. Que pensa o senhor sobre esse assunto?

O aquecimento global é um entre muitos dos graves perigos que pairam sobre o planeta e sobre a humanidade. A perspectiva de grandes desastres planetários vem sendo apresentada pela ciência e pelos meios de comunicação timidamente e de modo muito atenuado. Sabe-se que a verdadeira situação planetária não é revelada abertamente em parte para não tumultuar o mundo dos negócios, para não afetar o turismo e por tantos outros interesses. Contudo, apesar da discrição da maioria dos comunicados, hoje não há quem não tenha alguma idéia do que nos espera. Há fatos que parecem catastróficos, mas que na realidade constituem transformações reveladoras, como, por exemplo, o que está para suceder na Antártida.

Que ainda podemos fazer? As catástrofes podem ser evitadas?

Bem, o mais importante é orar. Orar e contribuir o menos possível para o agravamento da situação geral. Devo esclarecer que por oração quero dizer a busca dos níveis mais elevados e profundos da consciência, onde vivem a harmonia, a paz e o equilíbrio do nosso ser. O centro da nossa alma é o único lugar seguro. É um lugar em nosso interior onde forças negativas e destrutivas não nos alcançam. A esta altura, não são apenas as catástrofes planetárias que já se mostram irreversíveis. O equilíbrio psíquico em geral se torna cada vez mais frágil. O discernimento e a sabedoria ficaram distantes da vida comum da maioria das pessoas. Perdeu-se a razão de viver. Temos de nos posicionar de forma decisiva e firme em nosso interior e assim ajudar os que estiverem em dificuldades – e, como vocês podem notar, grande parte das populações já está em condições precárias.

Extraído do boletim “Sinais de Figueira” – Perguntas a Trigueirinho
2º semestre de 2008 – número 16

2017-09-14T17:53:07+00:00