Trigueirinho
videos
 
Para aquisição via internet: www.irdin.org.br

Texto

O papel dos que conhecem a situação real do planeta terra

Um indivíduo que de fato se conscientiza da situação em que o planeta se encontra é levado a rever sua vida, valores, metas e propósitos. Inicia, então, a busca de padrões de conduta superiores, à procura de uma existência em harmonia com o todo.

Embora muitas vezes possa querer lutar contra o caos e as forças que o geram, constatará que o atrito e o fogo fricativo tendem a criar maior desarmonia. Verá, por isso, a necessidade de agir com base em leis e vibrações superiores. Descobrirá, a partir daí, o poder do fogo solar e do fogo cósmico presente em si mesmo e em todo o universo. Reconhecerá as leis da evolução supra-humana e colaborará com o traslado de sua própria energia do plano humano para o espiritual.

No decorrer desse processo, que requer certo tempo e também perseverança, a consciência grupal, característica da alma, começa a aproximar-se do indivíduo e ele é atraído para junto de outros com os quais possa cumprir etapas de evolução e serviço. A energia gerada num grupo assim formado é maior que a soma da que provém de cada um de seus integrantes. Portanto, um grupo autêntico é mais que mera reunião de indivíduos. Para existir efetivamente é preciso haver uma meta impessoal comum e ter-lhe sido confiada uma tarefa evolutiva. Dessa maneira, a interação de seus membros potencializa os aspectos positivos de todo o conjunto e é canal para fluírem impulsos de grande relevância na transformação da vida planetária.

Extraído do livro “Os Oceanos Têm Ouvidos” - Trigueirinho
Editora Pensamento
Págs. 159 a 160

Extraído do boletim Sinais de Figueira, de Trigueirinho

Irdin Editora

www.irdin.org.br

www.vigiliapermanente.org

Ir para o topo