Um novo universo

Home/Textos/Um novo universo

A dispersão que se observa hoje no mundo está sendo equilibrada por um movimento interno que conta com a ajuda de alguns membros desta humanidade. No âmago dos seres e das partículas materiais está sendo construído um novo universo, e quando esta civilização reconhecer sua completa ruína, muitos encontrarão pronta, dentro de si, a nova vida. Para esses, a mudança será um passo natural, sem resistências nem oposições.

Quando chega o momento do encontro com essa nova vida, seus padrões penetram silenciosamente a consciência. Ingressam sem que sejam percebidos, firmam suas bases e irradiam renovadoras energias. Assim, sem motivo aparente, o indivíduo que é tocado por essa vida descobre que não pode mais continuar agindo como de costume. Sem saber como, vê-se receptivo ao que tantas vezes negou. E, sem nada ter feito, reconhece que em si desabrocha outro ser, mais consciente, mais equilibrado, e que partilha de uma harmonia universal. Sua existência é absorvida em esferas de vida mais amplas. Dirige-se à manifestação vindoura com miríades de peregrinos. Linhas de luz formam-se com o ardor e a alegria que deles emanam. Vão ao encontro daquilo a que, ainda que não o soubessem, sempre aspiraram. Conseguiram vencer o temor, transcenderam as ideias acerca do que é possível ao homem realizar. Paira sobre eles uma sagrada presença. Do Alto recebem bênçãos. E, ao seu lado reúnem-se seres sublimes.

Sábios são os que encontram a si mesmos e, do seu mais profundo centro, obtêm os sinais de que necessitam. Crescem na serenidade e no equilíbrio. Não querem atingir ponto algum, nem permanecer onde estão. Não interrompem sua jornada, mas não têm ansiedade por chegar ao final dela. São regidos por leis contínuas, supramentais e descobrem que ainda que existam infinitos rumos possíveis, um só é o perfeito.

Extraído do livro “A Cura da Humanidade” – Trigueirinho
Editora Pensamento
Págs. 83 a 89

2017-09-14T17:32:53+00:00